Nome Científico: Bubulcus ibis (Linnaeus, 1758)

Nome Comum: Carraceiro, Garça-boieira

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Ciconiiformes
Família Ardeidae
Género Bubulcus
Espécie B. ibis

Sinonímias: Ardea ibis, A. ibis ibis, Ardeola ibis, A. ibis ibis, Bubulcus bubulcus, Bubulcus ibis ibis, Buphus coromandus, Cancroma coromanda, Egretta ibis, Lepterodatis ibis

Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante

Trata-se de uma garça de médio porte, que atinge os 53 cm de comprimento e os 96 cm de envergadura. Na cabeça, destaca-se o bico amarelo, que ganha tons alaranjados durante a Primavera. Os olhos têm a íris amarela. Exibe uma plumagem maioritariamente branca, salvo as pálidas manchas alaranjadas na coroa, no peito e no dorso, que se intensificam notoriamente durante a época de acasalamento. As patas são escuras durante o Inverno, tornando-se amarelo-alaranjadas na época de reprodução. Quando em voo, mantém o pescoço retraído e as patas esticadas.

Tem, essencialmente, hábitos terrestres, recorrendo, maioritariamente, a campos agrícolas, pastagens, prados húmidos, barragens e zonas pantanosas para procurar alimento. Como dormitório utiliza as árvores de grande porte e os grandes arbustos das zonas húmidas, onde se aglomera em grandes colónias. Pode ser avistada em grandes bandos, sobretudo em áreas lavradas de fresco e nas pastagens, onde acompanha o gado com frequência. Tolera facilmente a presença humana, acompanhando, muitas vezes, os trabalhos agrícolas.

Apresenta uma ampla distribuição em Portugal continental durante o Inverno, podendo ser avistada em quase todo o país. Na época de acasalamento e nidificação, recua para o sul do território, ocorrendo, essencialmente, a sul do Tejo, ao longo de todo o Alentejo e Algarve.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Natural do Vale do Guadiana
Parque Natural da Serra de São Mamede







Sem ameaças a destacar.

> Conservação das zonas de nidificação/alimentação
> Monitorização dos efectivos nidificantes

Ligações Externas

Plano Sectorial da Rede Natura 2000 - Fichas de caracterização ecológica e de gestão das espécies de Aves
Disponível no portal do ICNF

Previsão da distribuição da espécie no futuro
Iberia Change | Biodiversidade e Alterações Climáticas na Península Ibérica: Mapa da espécie

MITRA nature | ICAAM - Universidade de Évora
Biodiversidade da Herdade da Mitra

Portal "Aves de Portugal"
Onde observar:

Previsão do impacte das alterações climáticas sobre a área de distribuição potencial do Bubulcus ibis na Península Ibérica, até ao ano de 2080 (clicar na imagem para ver em maior resolução).

O clima futuro foi caracterizado com base em três diferentes cenários de emissões (Araújo et al., 2012):
> o BAMBU tem como base a extrapolação das políticas europeias actuais para o futuro. Prevê a adopção de algumas medidas de mitigação das alterações climáticas.
> o GRAS pressupõe que a Europa incrementa a tendência de liberalização, desregularização e globalização dos mercados. Prevê a adaptação da sociedade às alterações do clima em detrimento da sua mitigação. As políticas de sustentabilidade são consideradas um sinónimo de crescimento económico.
> o SEDG pressupõe a integração de políticas ambientais, sociais, institucionais e económicas num contexto de sustentabilidade. É um cenário normativo que parte do pressuposto que as políticas são definidas com vista à obtenção de objectivos concretos.

Autor: MVBIO