Nome Científico: Teira dugesii

Nome Comum: Lagartixa-da-Madeira

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Lacertidae
Género Teira
Espécie T. dugesii

Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante

Apresenta uma grande variação na cor (e.g. castanho, cinzento, negro, verde) e no padrão (e.g. uniforme, listado longitudinalmente, com manchas escuras ou pintas verdes, amarelas). O machos adultos são maiores (podendo ultrapassar os 18 cm de comprimento), têm a cabeça mais larga e os membros posteriores maiores do que as fêmeas.

Na sua área de distribuição original ocorre em variados habitats, desde o nível do mar até cerca dos 1800 m. Tem preferência por locais secos, quentes, pedregosos, substratos rochosos com buracos ou fissuras e até mesmo ambientes antrópicos onde exista abundância de alimento.

É uma lagartixa endémica dos Arquipélagos da Madeira e Selvagens, tendo sido introduzida nos Açores durante o século XIX.

Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Atlas dos Anfíbios e Répteis de Portugal (Loureiro et al., 2008)
Disponível no portal do ICNF