Nome Científico: Psammodromus hispanicus Fitzinger, 1826

Nome Comum: Lagartixa-do-mato-ibérica

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Lacertidae
Género Psammodromus
Espécie P. hispanicus

Sinonímias: Psammodromus hispanicus hispanicus

Estatuto de Conservação: NT - Quase Ameaçado

Trata-se de uma pequena lagartixa que, geralmente, não ultrapassa os 5 cm de comprimento (cabeça + corpo). A cabeça é pequena e o focinho pontiagudo. O pescoço é constituído por escamas lisas não imbricadas, destacando-se um colar relativamente diferenciado; as escamas dorsais são imbricadas, quilhadas e pontiagudas. A coloração dorsal varia entre os tons esverdeados, pardos ou acinzentados; no dorso apresenta duas listras esbranquiçadas e descontínuas, que alternam com pequenas pintas negras; nos flancos exibe duas listras longitudinais contínuas, esverdeadas ou amareladas. A coloração ventral é clara, sendo esbranquiçada ou amarelada, por vezes pintalgada por pintas mais escuras. Os machos adquirem tonalidades mais garridas durante a época de acasalamento, sobretudo ao nível dos flancos.

Ocorre em habitats abertos, preferencialmente em zonas de solos arenosos áridos ou semi-áridos, pouco compactados, com vegetação arbustiva baixa e dispersa. Pode ser encontrada em charnecas, matos, pinhais, dunas ou baldios.

Em Portugal continental tem uma distribuição fragmentada, ocorrendo sobretudo no interior norte, centro e sul do território, em núcleos populacionais isolados, desde o nível do mar até aos 1150 m de altitude.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Parque Natural do Vale do Guadiana
Parque Natural da Serra de São Mamede


> Alteração/degradação/fragmentação do habitat (e.g. urbanização, implantação de infra-estruturas)
> Incêndios

> Conservação/protecção da diversidade dos seus habitats
> Detecção dos principais núcleos populacionais da espécie
> Monitorização da sua evolução demográfica
> Recuperação nas regiões menos adequadas
> Prevenção de incêndios

Ligações Externas

Atlas dos Anfíbios e Répteis de Portugal (Loureiro et al., 2008)
Disponível no portal do ICNF

Livro Vermelho dos Vertrebados de Portugal (2005)
Disponível no portal do ICNF

Previsão da distribuição da espécie no futuro
Iberia Change | Biodiversidade e Alterações Climáticas na Península Ibérica: Mapa da espécie

Previsão do impacte das alterações climáticas sobre a área de distribuição potencial da Psammodromus hispanicus na Península Ibérica, até ao ano de 2080 (clicar na imagem para ver em maior resolução).

O clima futuro foi caracterizado com base em três diferentes cenários de emissões (Araújo et al., 2012):
> o BAMBU tem como base a extrapolação das políticas europeias actuais para o futuro. Prevê a adopção de algumas medidas de mitigação das alterações climáticas.
> o GRAS pressupõe que a Europa incrementa a tendência de liberalização, desregularização e globalização dos mercados. Prevê a adaptação da sociedade às alterações do clima em detrimento da sua mitigação. As políticas de sustentabilidade são consideradas um sinónimo de crescimento económico.
> o SEDG pressupõe a integração de políticas ambientais, sociais, institucionais e económicas num contexto de sustentabilidade. É um cenário normativo que parte do pressuposto que as políticas são definidas com vista à obtenção de objectivos concretos.

Autor: MVBIO