Nome Científico: Aphaenogaster senilis Mayr, 1853

Nome Comum: Formiga

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Insecta
Ordem Hymenoptera
Família Formicidae
Género Aphaenogaster
Espécie A. senilis

Sinonímias: Aphaenogaster senilis acoreensis, A. s. grata, A. s. occidua, A. testaceopilosa fuentei

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Trata-se de uma espécie monogínica e monomórfica, com cerca de 5 a 7 mm de comprimento. A sua coloração é preta, de aspecto baço. Apesar de ser considerada uma espécie monomórfica, é possível observar alguma variação no tamanho das obreiras. Possui pelos claros ao longo de todo o corpo. A rainha tem asas vestigiais, que não desempenham qualquer função de voo. A fecundação é feita junto à entrada ou mesmo no interior do ninho. As novas rainhas fecundadas regressam ao formigueiro de origem, reúnem um grupo de obreiras e, ao fim de algum tempo, saem para formar um novo formigueiro. É uma espécie omnívora, sendo frequente encontrar pedaços de artrópodes, sementes, cascas de caracóis, ossos de pequenos animais e pedaços de lixo, junto aos formigueiros.

Ocorre em zonas húmidas de mato ou de vegetação rasteira, assim como em zonas muito alteradas pelo ser humano, tal como parques de estacionamento ou jardins de centros urbanos.

Distribui-se, maioritariamente, pelas zonas centro e sul da Península Ibérica, assim como pelo norte do continente africano (ver a distribuição mundial da espécie no separador "Saber mais"). Em Portugal continental ocorre, essencialmente, na metade sul do território.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Natural do Vale do Guadiana






Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Distribuição mundial da Aphaenogaster senilis

Morphological and behavioural variation in ants: comparing species, castes and individuals.
Teixeira (2015)

Autor: Eduardo J. G. Sequeira