Nome Científico: Mantis religiosa

Nome Comum: Louva-a-deus (europeu)

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Insecta
Ordem Mantodea
Família Mantidae
Género Mantis
Espécie M. religiosa

Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante

Insecto de dimensão média (4-6 cm). Cabeça giratória (até 180º) com armadura bucal trituradora, antenas longas e delgadas, grandes olhos e 3 ocelos entre as antenas. Tórax longo. As patas anteriores são preênseis, com espinhos que ajudam a reter a presa. A postura normal das patas anteriores, com as quais caçam, assemelha-se à posição de oração, de onde deriva o seu nome popular. A rapidez destas é tal que podem caçar moscas em voo. As fêmeas são maiores do que os machos; ambos são esverdeados ou acastanhados, o que lhes permite camuflarem-se no substrato com frequência. Embora possuam asas, são fracos voadores (as fêmeas voam pior do que os machos). São animais solitários. O acasalamento ocorre entre Agosto e Outubro. É frequente a fêmea comer o macho durante ou após a cópula, começando pela cabeça, pois os gânglios nervosos que controlam os movimentos de cópula são os últimos abdominais. A oviposição ocorre no outono. Os ovos são depositados juntamente com uma espuma que endurece, constituindo uma ooteca que pode conter entre 200 a 300 ovos. As larvas emergem na primavera (Maio/Junho).

Encontram-se preferencialmente na vegetação herbácea ou arbustiva, com a qual se confundem.

É uma espécie largamente distribuída. Em Portugal, encontra-se em todo o território.



Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Manual of praying mantis morphology, nomenclature, and practices (Insecta, Mantodea)
Brannoch et al. (2017)

Autor: Jorge Araújo Validado por: Jorge Araújo