Nome Científico: Orthetrum chrysostigma (Burmeister, 1839)

Nome Comum: Ortétrum-de-faixa-branca

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Insecta
Ordem Odonata
Família Libellulidae
Género Orthetrum
Espécie O. chrysostigma

Sinonímias: Libellula barbara, Orthetrum barbarum

Estatuto de Conservação: LC - Pouco Preocupante

Libélula de envergadura média. Nos flancos do tórax apresenta uma banda branca lateral bem marcada, sendo esta uma característica bastante útil para a identificação, pois ajuda a diferenciá-la das outras espécies do género. O macho é azul e apresenta um estreitamento abdominal, por vezes bastante pronunciado, nos segmentos S3 e S4. A fêmea é dourada ou amarelo-acastanhada, e um pouco mais robusta. O estreitamento no abdómen é menos pronunciado. Em ambos os casos, o pterostigma é comprido e amarelado.

Ocorre preferencialmente em linhas de água de média dimensão e corrente moderada, podendo aparecer em barragens.

Em Portugal continental ocorre sobretudo no centro e no sul, aproveitando a influência mediterrânica do interior do território para subir até Trás-os-montes. Ocorre até aos 800 m de altitude, sendo mais abundante a baixas altitudes.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Natural do Vale do Guadiana
Parque Natural da Serra de São Mamede




Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

MITRA nature | ICAAM - Universidade de Évora
Biodiversidade da Herdade da Mitra

Autor: Beatriz Bispo (sob supervisão do MVBIO)