Nome Científico: Anacamptis papilionacea (L.) Bateman, Pridgeon & Chase

Nome Comum: Erva-borboleta

Classificação Científica:
Reino Plantae
Divisão Magnoliophyta (Angiospermae)
Classe Liliopsida
Ordem Asparagales
Família Orchidaceae
Género Anacamptis
Espécie A. papilionacea

Sinonímias: Orchis papilionacea

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Planta rara. Caule: erecto, com 20 a 35 (máx. 60) cm de altura. Folhas: 3 a 9, lanceoladas a linear-lanceoladas, não maculadas, as superiores bracteiformes; brácteas membranosas, coloridas de vermelho. Inflorescência: disposta em espiga ovóide, de 5 a 20 flores, sépalas e pétalas convergentes em forma de capuz laxo, rosado a vermelho-violáceo, nervado de púrpura; sépalas laterais linear-lanceoladas; pétalas estreitas. Labelo pendente, inteiro e orbicular, cordiforme, margem ondulada, côncavo a plano, da mesma cor ou mais claro que o capuz, nervado com linhas ou pontos purpúreos; base clara, contraída em duas saliências separadas por um sulco; esporão cónico, do mesmo tamanho ou ligeiramente mais comprido do que o ovário e paralelo a este. A época de floração vai de Março a Maio.

Ocorre em espaços abertos, do pleno sol ao ensombrado, sobre solos alcalinos, frequentemente calcários, secos a frescos, até aos 800 m de altitude.

Distribui-se pela região mediterrânica, estando presente de forma bastante dispersa em Portugal continental.



Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Ver descrição detalhada na Flora iberica (1986-2012)

Flora-On: Flora de Portugal Interactiva (2014) | Sociedade Portuguesa de Botânica.

Autor: José Brites Monteiro