Nome Científico: Cistus psilosepalus Sweet

Nome Comum: Sanganho

Classificação Científica:
Reino Plantae
Divisão Magnoliophyta (Angiospermae)
Classe Magnoliopsida
Ordem Malvales
Família Cistaceae
Género Cistus
Espécie C. psilosepalus

Sinonímias: Cistus hirsutus

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Trata-se de um arbusto perenifólio, até 1 m de altura, muito ramoso. Ramos com ritidoma castanho-acinzentado, quase lisos, pubescentes quando jovens. Folhas: verde-intenso, opostas, simples, ovado-lanceoladas a oblongas, trinérveas, ligeiramente revolutas, com 1 a 3 cm de comprimento, sésseis. Inflorescências: cimeiras apicais corimbiformes, hirsutas, com 1 a 7 flores brancas; corola e cálice pentâmeros; pedúnculos compridos com brácteas não involucrais, foliáceas; sépalas todas similares, hirsutas e largamente ciliadas, com margens revolutas; pétalas branco-marfim com mancha basal amarela; androceu com estamos desiguais, mais longos que o pistilo; gineceu com ovário tomentoso, com estilete curto e estigma grande. Fruto: cápsula com 5 a 6 mm, ovóide, deiscente em 5 valvas. Floresce de Maio a Junho.

Trata-se de um espécie calcífuga. Ocorre em matos ou matagais (e.g. urzais) na orla de zonas húmidas, em locais ensolarados (tolera bem a sombra), mas também em ambientes ruderais (e.g. perto de muros, margens de caminhos). Tem preferência por solos ácidos ou neutros, húmidos, arenosos ou xistosos, em zona sob influência atlântica.

Ocorre em Portugal continental, sendo frequente em todo o território, à excepção do interior do Alentejo. Introduzido no Arquipélago da Madeira.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural da Serra de São Mamede
Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Nacional da Peneda-Gerês
Parque Natural de Montesinho



Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Ver descrição detalhada na Flora iberica (1986-2012)

Flora-On: Flora de Portugal Interactiva (2014) | Sociedade Portuguesa de Botânica.

MITRA nature | ICAAM - Universidade de Évora
Biodiversidade da Herdade da Mitra

Autor: Jorge Araújo