Nome Científico: Ulex minor Roth.

Nome Comum: Tojo-molar, tojo-gatunho

Classificação Científica:
Reino Plantae
Divisão Magnoliophyta (Angiospermae)
Classe Magnoliopsida
Ordem Fabales
Família Fabaceae
Género Ulex
Espécie U. minor

Sinonímias: Ulex nanus

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Arbusto verde e muito espinhoso. Possui espinhos agrupados numa base de um espinho central e maior. Pode alcançar os 2 m de altura. Folhas: alternas, trifoliadas., frequentemente reduzidas a filódios rígidos, espinescentes. Inflorescências: flores amarelas, papilionáceas, axilares, solitárias ou geminadas, melíferas; cálice membranoso, corado, persistente, 2-labiado; lábio superior 2-dentado e lábio inferior 3-dentado, envolvido por 2 bractéolas estreitas e curtas (0,5 a 1 mm); corola com estandarte levantado, asas livres na extremidade e mais curtas que a quilha; quilha obtusa; androceu com 10 estames monadelfos (unidos por filamentos na parte inferior), formando um tubo que envolve o ovário; gineceu com ovário séssil, estilete filiforme levemente curvo e estigma capitato. Fruto: vagem plana e glabra. Sementes com um pequeno arilo. Floresce de Março a Setembro.

Ocorre em matos (e.g. urzais, tojais) e matagais, orla de bosques, terrenos incultos oligotróficos, em zonas temporariamente encharcadas (e.g. margens de linhas de água, charcos temporários), desde o nível do mar até aos 900 m de altitude. Necessita de um clima com clara influência atlântica.

Distribui-se pelo sudoeste europeu, desde o Reino Unido até ao sudoeste da Península Ibérica e Macarronésia. Em Portugal continental ocorre ao longo de todo o território, excepto no interior do Alentejo e do Algarve. Espécie introduzida nos arquipélagos dos Açores e da Madeira.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina
Reserva Natural do Estuário do Sado
Parque Nacional da Peneda-Gerês
Parque Natural de Montesinho


Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Ver descrição detalhada na Flora iberica (1986-2012)

Flora-On: Flora de Portugal Interactiva (2014) | Sociedade Portuguesa de Botânica.

Autor: Jorge Araújo