Nome Científico: Juniperus oxycedrus L. subsp. oxycedrus

Nome Comum: Zimbro-galego, zimbro-bravo, cedro-de-espanha, oxicedro

Classificação Científica:
Reino Plantae
Divisão Pinophyta (Gimnospermae)
Classe Pinopsida
Ordem Cupressales
Família Cupressaceae
Género Juniperus
Espécie J. oxycedrus
Subespécie J. oxycedrus oxycedrus

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Trata-se de uma pequena árvore perenifólia (raramente maior que 6 m), dióica e muito ramosa. Tronco: direito com casca fibrosa, castanho-acinzentada, que se desprende em tiras estreitas; ramos de secção quase triangular. Folhas: 3-verticiladas, semelhantes entre si, aciculares, rígidas, com duas faixas estomáticas esbranquiçadas na página superior, separadas por uma nervura verde e menor que 25 mm de comprimento. Inflorescências: flores unissexuais localizadas nas axilas; estames com 3 ou mais sacos polínicos na face inferior de uma pequena escama; as flores femininas resultam num gálbulo baciforme, carnudo, vermelho a castanho, com 8-15 mm de diâmetro. A maturação é bienal. Floresce de Abril a Maio.

Trata-se de uma espécie silicícola que ocorre em matagais (e.g. zimbrais) ou bosques mistos de quercíneas, nas áreas mais quentes, secas e continentais do norte e centro do país, alcançado os 800 m de altitude (raramente os 1000 m).

Distribui-se pelo centro e este da Península Ibérica, assim como pelas ilhas Baleares. Em Portugal continental ocorre no interior norte e centro do território.


Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Ver descrição detalhada na Flora iberica (1986-2012)

Flora-On: Flora de Portugal Interactiva (2014) | Sociedade Portuguesa de Botânica.

Autor: Jorge Araújo