Nome Científico: Adenocarpus telonensis (Loisel.) DC.

Nome Comum: Codeço-de-flores-grandes, codesso-de-flores-grandes

Classificação Científica:
Reino Plantae
Divisão Magnoliophyta (Angiospermae)
Classe Magnoliopsida
Ordem Fabales
Família Fabaceae
Género Adenocarpus
Espécie A. telonensis

Sinonímias: Adenocarpus grandiflorus, Cytisus telonensis

Estatuto de Conservação: NE - Não Avaliado

Trata-se de um arbusto perenifólio, até 2 m de altura. Ramos: numerosos, esbranquiçados e intrincados. Folhas: trifoliadas, geralmente fasciculadas, folíolos até 8 mm de comprimento, ovados, coriáceos, obtusos, verde intenso, glabros em ambas as páginas, peludos por vezes, nas margens. Inflorescências: flores amarelas, agrupadas em espigas de até 30 flores, bractéolas largas e persistentes na base do cálice, corola papilionácea com estandarte de 10 a 18 mm de comprimento, cálice campanulado, pubescente e sem glândulas, bilabiado (o lábio superior 2-fendido, mais curto que o inferior e este, 3-fendido), com 5 a 10 mm; androceu com 10 estames monadelfos, com filetes alternadamente curtos, com anteras basifixas, e longos, com anteras dorsifixas; gineceu com ovário sentado, glabro, com numerosas glândulas, de estilete cilíndrico, arqueado e estigma capitado, extrorso. Fruto: vagem glabra ou vilosa, com abundantes glândulas estipitadas, com cerca de 60 mm de comprimento. Floresce de Maio de Julho.

Ocorre em matos termófilos nas clareiras de bosques de quercíneas, preferencialmente sobre solos siliciosos.

Distribui-se pelo sudoeste da Península Ibérica e pelo norte de África. Em Portugal continental ocorre no Alentejo interior.

Onde se pode encontrar:

Parque Natural do Vale do Guadiana
Parque Natural da Serra de São Mamede

Sem ameaças a destacar.

Sem medidas a destacar.

Ligações Externas

Ver descrição detalhada na Flora iberica (1986-2012)

Flora-On: Flora de Portugal Interactiva (2014) | Sociedade Portuguesa de Botânica.

Autor: Jorge Araújo