Nome Científico: Acrocephalus paludicola (Vieillot, 1817)

Nome Comum: Felosa-aquática

Classificação Científica:
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Passeriformes
Família Sylviidae
Género Acrocephalus
Espécie A. paludicola

Sinonímias: Acrocephalus aquaticus

Estatuto de Conservação: EN - Em Perigo

Trata-se de uma pequena ave (cerca de 11,5 a 13 cm de comprimento), essencialmente insectívora, de plumagem bege e castanha e cabeça pontiaguda. Muito semelhante à felosa-dos-juncos (Acrocephalus schoenobaenus), da qual se diferencia por possuir uma listra mediana, bege, na coroa, e por apresentar duas barras bege-amarelo nos lados do manto, assim como riscas pretas mais intensas nas partes superiores. Durante o canto adopta uma posição característica, mantendo a cauda inclinada para baixo e o pescoço totalmente esticado.

Ocorre em zonas húmidas com vegetação herbácea palustre (e.g. caniçais de Phragmites australis).

Migradora de passagem. Em Portugal continental ocorre regularmente durante a passagem migratória outonal, por toda a faixa litoral, de norte a sul do território continental e, provavelmente, também no interior.





> Drenagem e alteração dos habitats preferenciais, com vista a outros tipos de utilização dos solos (e.g. agricultura, pastoreio, construção de infra-estruturas, etc.)

Espécie prioritária para a conservação, listada no Anexo A-I (espécies de aves de interesse comunitário cuja conservação requer a designação de zonas de protecção especial) do Decreto-Lei nº 140/99, de 24 de Abril.

> Conservação das zonas húmidas, em particular de caniçais Phragmites australis e povoamentos similares.

Ligações Externas

Livro Vermelho dos Vertrebados de Portugal (2005)
Disponível no portal do ICNF

Portal "Aves de Portugal"
Onde observar:

Autor: Jorge Araújo